Câmara Municipal de Beja

São Matias


Brasão de São Matias

 

Armas


Escudo de ouro, duas achas de vermelho, encabadas de negro, com lâminas voltadas para os flancos do escudo e passadas em aspa; em chefe, oliveira de verde, arrancada do mesmo e frutada de negro; em ponta, arado de vermelho com os ferros de negro. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco com a legenda a negro, em maiúsculas : SÃO MATIAS - BEJA.




Orago: Senhor São Matias

 

População: 569 habitantes

Festas e Romarias: Festa em Honra de Nossa Senhora do Rosário, normalmente em Agosto e em dia móvel.

Gastronomia: Lebre, perdiz, coelho, gaspacho, migas com carne de porco e chouriço, açorda, ensopado de borrego, moleja, sopa de beldroegas com queijinho, sopa de cação, azeitonas pisadas e retalhadas, pão de trigo.

Artesanato: Trabalhos de artesãos em madeira, cabedal, costura e pintura em tela

Colectividades: Casa do Povo de S. Matias, Associação de Caçadores e Grupo de Motars “Cabras do Mato”

 Industria: Oficina de Alumínios, Oficinas de Serralharia e Oficina de Reparações Auto

Comércio: Padaria e Mini-Mercados, Restaurantes, Cafés e Taberna Típica

 

História: Povoação antiga mas de fundamentos ignorados, já existia nos finais do Sec. XV. Do Concelho Comarca e Bispado de Beja, situa-se a 12 km desta.

Fica localizada na berma da Estrada Nacional n.º 18 (troço: Beja - Vidigueira) confinado a Norte com a Freguesia de S. Vivente de Cuba, a Sul com Santa Maria da Feira de Beja; a Oriente com Santa Catarina de Selmes e a Ocidente com a Freguesia de S. Brissos e tem uma área de 6.991 há.

O seu Santo Padroeiro é o senhor São Matias.

A sua primitiva Igreja Gótica remota ao séc. XV, tinha então o povoado 81 habitantes, tendo sido remodelada nos séculos XVI, XVIII e XIX.

Actualmente tem cerca de 600 habitantes. Tem montes, destacando-se pela sua grandiosidade, o Monte da Apariça (Séc. XVIII)  que foi residência da família D' Arce Cabo (Morgados da Apariça) com a sua velha Igreja edificada por volta do séc. XVIII, hije completamente arruinada.

Corre na Freguesia a Ribeira da Ordeaça.

S. Matias, é uma povoação que desenvolve a sua actividade profissional essencialmente na agricultura e também no pequeno comércio, indústria e serviços.

Tem vindo a sofrer ao longo dos anos um esvaziamento e um envelhecimento da população, sendo as causas principais, a falta de trabalho tradicional na agricultura, o abaixamento da taxa de natalidade e falta de estruturas sócio económicas, que permitem manter os aglomerados populacionais e evitar o êxodo para os grandes centros urbanos.