Câmara Municipal de Beja

Política dos 3 R's


Todas as nossas ações diárias implicam o consumo de vários recursos. Neste processo, em Beja são produzidos em média 1,5 kg de resíduos por pessoa por dia. Podemos contribuir para a sua redução e recuperação usando os critérios da política dos 3 R’s:


- Reduzir o número de resíduos que geramos, como por exemplo, adquirir materiais mais resistentes com um maior tempo de vida útil, usar sacos de pano ou uma cesta para ir às compras, preferir toalhas e guardanapos de pano, em vez de papel, entre outros.

- Reutilizar é dar um novo uso a um dado objeto ou material. Com um pouco de imaginação e criatividade podemos reutilizar materiais, dando-lhes outra funcionalidade. Por exemplo, uma simples lata de bombons pode ser aproveitada para colocar canetas ou lápis, material de costura ou para decoração. As garrafas vazias de vidro ou plástico podem ser utilizadas para armazenar outras bebidas; as embalagens podem ser aproveitadas para outros fins; os eletrodomésticos, móveis, roupas, calçado e brinquedos podem ser doados a pessoas carenciadas ou vendidos como objetos usados e as revistas, os jornais e os livros podem ser entregues na biblioteca municipal.

- Reciclar os resíduos para transformá-los em novos produtos ou matérias-primas. Para facilitar a reciclagem de resíduos devem ser separados corretamente, usando os vários contentores.

 

 

Os consumidores têm um papel fundamental neste processo. A separação correta dos resíduos permite:

 ·         Poupar matérias-primas, materiais, água e energia;

 ·         Reduzir o volume de resíduos que vai para aterro sanitário;

 ·         Reduzir a emissão de gases de efeito estufa;

 ·         Poupar dinheiro, pois os processos de gestão são otimizados;

 ·         Preservar o ambiente e melhorar a nossa qualidade de vida.


1


Bons hábitos trazem grandes recompensas futuras!

 


Porquê reduzir?


Na hierarquia da gestão de resíduos, a prevenção ocupa o lugar cimeiro, podendo ser conseguida de duas formas distintas: pela redução da quantidade produzida ou pela redução da sua perigosidade. A prevenção inclui os esforços de redução e reutilização e procura evitar a produção de resíduos.

A prevenção de resíduos contribui para a diminuição:

- dos custos de fabrico, tratamento e deposição,

- do consumo de recursos naturais

- e da emissão de gases de estufa.

 

Como reduzir?


Todas as nossas ações diárias têm repercussões com maior ou menor impacte no ambiente. Para a prevenção de resíduos bastam pequenos gestos, pelo que deixamos aqui algumas sugestões:

 

Em casa

 ·         Faça compostagem caseira com os restos da cozinha e do jardim. O composto pode depois ser utilizado numa horta ou para cultivar ervas aromáticas.

 ·         Beba água da torneira, que é de boa qualidade e evita o gasto de embalagens.

 ·         Se optar por bebidas engarrafadas, prefira as de embalagem de tara retornável.

 ·         Coloque o autocolante da publicidade não endereçada na caixa do correio.

 ·         Ao cozinhar, tenha em conta as quantidades necessárias e aproveite os alimentos na totalidade para evitar o desperdício alimentar.

 ·         Utilize produtos de limpeza biodegradáveis e nas quantidades adequadas;

 ·         Doe as roupas e calçado que já não utiliza, assim como brinquedos a instituições de caridade;

 ·         Consulte a biblioteca municipal sobre o destino a dar a livros, revistas e jornais usados.

 

No trabalho ou na escola

 ·         Reutilize o papel (use ambos os lados das folhas de papel).

 ·         Imprima apenas se for realmente necessário.

 ·         Utilize pilhas e tinteiros recarregáveis.

 ·         Privilegie a circulação de informação por via eletrónica (e-mail).

 ·         Leve a merenda num saco de pano ou lancheira.

 ·         Promova a realização de uma troca de livros usados com os colegas.

 

Nas compras

 ·         Compre apenas os produtos necessários. Para isso, faça uma lista de compras e vá às compras depois das refeições. Como truque, experimente iniciar as compras no final do supermercado (pelos bens de 1.ª necessidade).

 ·         Opte por produtos sem embalagem desnecessária. Por exemplo: compre produtos a granel.

 ·         Prefira as embalagens familiares. São precisas várias embalagens pequenas para levar o mesmo produto das embalagens familiares, consumindo mais matéria-prima.

 ·         Escolha bens duráveis e/ou reutilizáveis.

 ·         Vá às compras com um trolley ou leve sacos reutilizáveis.


Fontes: http://www.ewwr.eu/pt-pt/ e http://www.eunaofacolixo.com/

 

Para quê reutilizar?


Ao reutilizar um produto evitamos que este seja deitado fora.

Reduzimos os resíduos enviados para aterro, aproveitando a energia, o combustível e os recursos utilizados na sua produção.

Assim, melhoramos a nossa qualidade de vida e ajudamos o ambiente!

 

Como podemos reutilizar?


Com imaginação podemos criar novos objetos bem bonitos e úteis para o teu dia-a-dia: jarras, caixas, molduras, porta-lápis e tantos outros.

Podemos adotar também pequenos gestos:

 ·         Usar um saco de pano ou lancheira para levar o lanche para a escola.

 ·         Podemos dar roupas que já não nos servem.

 ·         Usar pilhas recarregáveis.

 ·         Cozer a roupa rasgada ou transformá-la em outra peça mais atual.

 ·         Reutilizar sacos para ir às compras.

 

Porquê separar para reciclar?


O sector dos resíduos contribui significativamente para a emissão de gases com efeito de estufa. A reciclagem de resíduos permite reduzir indiretamente as emissões de CO2 (dióxido de carbono). Para além disso, permite diminuir a quantidade de resíduos que tem como destino final os aterros sanitários, prolongando a vida útil destes últimos e evitando a construção de novos.

 

Os cidadãos devem participar ativamente na correta separação dos resíduos para posterior reciclagem. Este procedimento não se deve limitar às embalagens, mas incluir todos os resíduos passíveis de ser reciclados, como os óleos usados, eletrodomésticos, pilhas, automóveis, etc.